Biomas - Amazônia

 

Abrangência: Presente no estado do Rio Grande do Sul.


Território legalmente protegido por unidades de conservação: 3%1


Restrito ao estado do Rio Grande do Sul, o Pampa apresenta paisagens variadas, de serras a planícies, de morros rupestres a coxilhas. O bioma, de clima temperado, exibe um imenso patrimônio cultural associado à biodiversidade, com paisagens naturais que se caracterizam pelo predomínio dos campos nativos, mas há também a presença de matas ciliares, matas de encosta, matas de pau-ferro, formações arbustivas, butiazais, banhados, afloramentos rochosos, entre outras.


Ainda não completamente descrita pela ciência, a biodiversidade do Pampa apresenta flora e fauna próprias. Estimativas indicam valores em torno de 3.000 espécies de plantas, com notável diversidade de gramíneas (mais de 450 espécies), de compostas e leguminosas nas áreas de campo natural (150 espécies) e muitas espécies de cactáceas nas áreas de afloramentos rochosos. Entre as várias espécies vegetais típicas do Pampa vale destacar o Algarrobo (Prosopis algorobilla) e o Nhandavaí (Acacia farnesiana) arbusto cujos remanescentes podem ser encontrados apenas no Parque Estadual do Espinilho, no município gaúcho de Barra do Quaraí.


A fauna também é expressiva, com quase 500 espécies de aves, mais de 100 espécies de mamíferos terrestres e muitas espécies endêmicas tais como: tuco-tuco (Ctenomys flamarioni), o beija-flor-de-barba-azul (Heliomaster furcifer); o sapinho-de-barriga-vermelha (Melanophryniscus atroluteus). Algumas das espécies estão ameaçadas de extinção, tais como: o veado campeiro (Ozotocerus bezoarticus), o cervo-do-pantanal (Blastocerus dichotomus), o caboclinho-de-barriga-verde (Sporophila hypoxantha) e o picapauzinho-chorão (Picoides mixtus).


A progressiva introdução e expansão das monoculturas e das pastagens com espécies exóticas têm levado a uma rápida degradação e descaracterização das paisagens naturais do Pampa. Estimativas de perda de hábitat dão conta de que em 2002 restavam 41,32% e em 2008 restavam apenas 36,03% da vegetação nativa do bioma Pampa (CSR/IBAMA, 2010).


Veja a lista de Unidades de Conservação no Pampa

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

 

1 www.mma.gov.br/cadastro_Uc. Unidades de conservação com cadastro finalizado no Cadastro NAcional de Unidades de Conservação/MMA até 10/05/2011