Biomas - Amazônia

 

Abrangência: Presente nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.


Território legalmente protegido por unidades de conservação: 5%1


Considerado umas das maiores áreas úmidas do planeta, o bioma Pantanal é uma planície aluvial, influenciada por rios que drenam a bacia do Alto Paraguai. Estudos indicam que o Pantanal abriga os seguintes números de espécies catalogadas: 263 espécies de peixes, 41 espécies de anfíbios, 113 espécies de répteis, 463 espécies de aves e 132 espécies de mamíferos sendo 2 endêmicas.


Segundo a Embrapa Pantanal, quase duas mil espécies de plantas já foram identificadas no bioma e classificadas de acordo com seu potencial. Além disso, muitas espécies ameaçadas em outras regiões do Brasil persistem em populações avantajadas na região, como é o caso do tuiuiú – ave símbolo do Pantanal.


Assim como a fauna e flora pantaneira são admiráveis, há de se destacar a rica presença das comunidades tradicionais como as indígenas, quilombolas, os coletores de iscas ao longo do Rio Paraguai, comunidade Amolar e Paraguai Mirim, dentre outras. No decorrer dos anos essas comunidades influenciaram diretamente na formação cultural da população local.


Apesar de sua beleza natural exuberante o bioma vem sendo muito impactado pela ação humana, principalmente pela atividade agropecuária, especialmente nas áreas de planalto adjacentes do bioma. De acordo com o Programa de Monitoramento dos Biomas Brasileiros por Satélite (PMDBBS), realizado com imagens de satélite de 2009, o bioma Pantanal mantêm 83,07% de sua cobertura vegetal nativa.


Veja a lista de Unidades de Conservação no Pantanal

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

 

1 www.mma.gov.br/cadastro_Uc. Unidades de conservação com cadastro finalizado no Cadastro NAcional de Unidades de Conservação/MMA até 10/05/2011