Gestão de Coleções

Dada à escassez de profissionais e a inexistência do cargo oficial de curador, a maioria das coleções biológicas brasileiras carece de quadros dedicados à sua gestão.  Por serem constituídas de material orgânico, as coleções biológicas estão entre os acervos científicos que mais desafios apresentam para a sua curadoria, já que a preservação das amostras requer instalações apropriadas, procedimentos técnicos, conservantes e métodos específicos.

Além da preservação, a zeladoria inclui também atividades como coleta, armazenamento, catalogação e disponibilização do acervo, enquanto as atividades de gestão em si envolvem desde a tomada de decisões técnico-científicas, até a definição de políticas de manejo, acesso e disponibilização de informação (Arion T. Aranda, 2014).

Para favorecer o potencial científico e tecnológico das coleções biológicas, é preciso que todos os seus processos e atividades sejam mapeados, planejados e executados pela atividade de curadoria.

SiBBr - Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira